Entrevista com o atleta de bike Airton André Stahelin
10/11/2017



Entrevista – Atleta: Airton André Stahelin

Quando você começou a praticar?
R: Comecei a praticar o esporte há 3 anos

Como surgiu o interesse pelo esporte?
R: Eu via amigos meus pedalando e até que me chamaram para participar de pequenos pedais, até que o gosto e a paixão foram aumentando e se tornando hoje em um esporte que não consigo mais viver sem.

Existe alguém/algo que lhe inspira?
R: Minha própria determinação, pois você ver a sua própria evolução muito melhor do que você imaginava, não há sentimento melhor.

Qual o seu melhor e pior momento no esporte?
R :Meu melhor momento é passar na linha de chegada das competições e saber que o dever foi cumprido com muita garra e determinação, focando sempre no bem estar e na qualidade. E o meu pior momento foi em um pedal sozinho, que já era 23h e eu me perdi, e para ajudar ainda mais, furou 2x o pneu, só tinha uma câmara reserva, e a água da garrafinha tinha acabado, um pedal de tristeza mas de grande aprendizado que levo até hoje.

O que você espera para o futuro do esporte?
R: Que as pessoas tenham mais consciência em relação aos atletas, pois vemos tantas mortes no trânsito com ciclistas como vítimas do mesmo.

Qual o seu maior sonho?
R: Ser um atleta de alto nível, e ser reconhecido pelo meu talento e esforço.

Hoje, quais os maiores obstáculos no seu esporte e o que você faz para superá-los?
R: O maior obstáculo é a falta de respeito das pessoas com os ciclistas, tento conscientizar mais as pessoas ao meu redor para que os mesmos também conscientizem outros fazendo para um bem comum.

Nos conte um caso interessante sobre sua vida no esporte.
R: Em um simples pedal de passeio, um ciclista me pergunta o por que que eu estou ali, junto com eles neste pedal devagar e não treinando forte para uma prova. Eu o respondo que estava ali para acompanhar o pessoal e dar uma empurrada no povo que fica para trás, e ele me retrata de que eu sou uma inspiração para ele, pois a força de vontade e a humildade andam e prevalecem lado a lado. Saber que eu, Airton, sou uma inspiração para outro ciclista, faz com que eu não desista tão cedo do esporte e me motiva muito mais.

Você já passou por alguma situação inusitada?
R: No momento ainda não vivenciei nenhuma.

Deixe um recado para quem está começando no esporte.
R: No fundo o sentimento que grita: eu posso, eu consigo, eu não desisto. Não que eu queira provar algo para alguém, mas ser ciclista é ir além dos limites, é se superar, é encarar o vento e a vida de frente, é chegar a lugares incríveis com suas próprias forças, é buscar o topo e aprender no caminho, descobrir que do alto a vista é mais linda, olhar para baixo e agradecer a Deus por ter conseguido, é algo pessoal e não importa as dificuldades o importante é chegar e bem!! Pedalar é demais !!


Saiba mais sobre este atleta: >>> Perfil no Facebook - Página do Atleta